Thursday, February 2, 2012

desenhos por Lisete Fernandez_"COSÍ VICINO_assim perto"_Praça Camões_Lisboa





1. Apanhado geral do local – praça Camões

Um grupos de desenhadores, munidos dos respetivos diários gráficos, encontraram-se às 9 horas, sábado, 14 fev/12, na Praça Camões em Lisboa.

O casal Claúdio Patané e Maria Coppolino, ambos arquitetos, estavam presentes. Ele como coordenador da atividade do workshop, coadjuvado com a simpática e prestável Maria.

A tarefa dos presentes seria desenhar a praça e o meio envolvente.

Após informação prévia das ferramentas necessárias e do programa, foi distribuído um “desenho panorâmico urbano” de “cosi vicino_ assim perto” da praça Camões, registo esse feito pelo próprio coordenador, onde simultaneamente abordava as indicações desde o princípio (um breve historial do arqº. Alemão Karl Schinkel no seu tour na Itália em 1804) até ao fim do episódio de sábado (com relevante maneira de representação no final, a 360º, isto é, em que os intervenientes deixariam expostos os seus cadernos para apreciação de todos os presentes.)

Como nota preliminar, escutamos com atenção às orientações do coordenador no que se referia aos conceitos fundamentais da perspetiva, das componentes necessárias no traçado relativo ao cenário urbano predefinido, versando num olhar a 360º na panorâmica daquele local lisboeta. Como pormenor relevante, a diretriz seria endereçada para uma visualização “mais de perto do desenhador”.

Segue-se o segundo trabalho

2. Apenas um registo gráfico – simples estudo
Ficou muito a desejar, razão porque teria de recomeçar tudo de novo mais uma vez….

É assim que se aprende….

Finalmente, aqui vai o terceiro desenho que não sendo os únicos serão os mais importantes daquele dia.

3. Uma outra panorâmica da praça Camões
Pessoalmente, fui contemplada com uma explicação muito apreciável sobre os aspetos considerados marcantes do traçado: linguagem da perspetiva, da medição, das proporções, das linhas, das cores, texturas e demais outros elementos visuais intervenientes no traçado. Escutei com atenção e apreciei as observações e os registos que me foram dados, com exemplar paciência, pelo coordenador. Sei que o meu registo aqui exposto tem muito a melhorar. Mas procurarei ter em conta, nos trabalhos futuros, os erros cometidos. Muito obrigada Maria e Cláudio pela ditosa oportunidade de poder saber mais bem como o resto de tudo que se traduziu em satisfação, alegria (e porque não?) poesia conforme foi posteriormente Pessoa referido.

Por outro lado, também não deixei de admirar os trabalhos expostos; observei o bom ambiente desta situação tendo reencontrado com uns e travado conhecimento com outras pessoas muito afáveis, compreensíveis e sabedoras. Obrigada a todos por esses momentos benéficos e salutares.

drawings by Lisete Fernandez
blog: zeta